UM LUGAR SEM LUGAR… NO ROCK PORTUGUÊS

PAULA GUERRA

Resumo


Neste artigo procuraremos analisar os motivos para a invisibilidade feminina no rock português como aspeto central da construção da feminilidade da contemporaneidade portuguesa. Noutro lugar[1] demonstramos a existência de uma profunda misoginia nas letras punks portuguesas. Parece que as mulheres apenas são recordadas pela lente dos estereótipos dominantes, ou como meras namoradas, acompanhantes e atores sociais submissos em espaço público. Para combater esse esquecimento propomos, primeiro, um estado da arte que cruze género e estudos juvenis, depois uma curta apresentação do estado da participação feminina no punk português, para depois nos centrarmos na questão central do artigo: a história de vida de Xana, vocalista dos Rádio Macau. Uma trajetória paradigmática não só de uma música portuguesa, mas de toda a construção da feminilidade no mundo das artes e da cultura na história recente de Portugal.

Palavras-chave: Portugal. Rock. Dominação Masculina. Género. Xana. Rádio Macau.


A PLACE WITH NO PLACE… IN PORTUGUESE ROCK 

Abstract: In this article we analyze the reasons for female invisibility in Portuguese rock as a central aspect in the construction of the femininity of the portuguese contemporaneity.  Elsewhere we showed the existence of a profound misogyny in Portuguese punk lyrics. It seems that the women are barely remembered through the dominant stereotypes lenses, such as mere lovers, companions and submissive social actresses in public space. To combat this invisibility, we propose, first, a state of the art about gender and youth studies, then a brief presentation of the state of female participation in Portuguese punk, and then the central issue of the article: the life history of Xana, vocalist of Radio Macau. A paradigmatic trajectory not only of Portuguese music, but of the entire construction of femininity in the world of arts and culture in recent Portuguese history.

Keywords: Portugal. Rock. Male Domination. Gender. Xana. Radio Macau.

 

UN LUGAR SIN LUGAR ... EN EL ROCK PORTUGUÉS

Resumen: En este artículo analizaremos las razones de la invisibilidad femenina en el punk portugués. En otras partes[2] demostramos la existencia de una profunda misoginia en las letras punk portuguesas. Parece que las mujeres solo son recordadas a través de la lente de los estereotipos dominantes, o como meras novias, chaperonas y actores sociales sumisos en el espacio público. Para combatir este olvido, proponemos, primero, un estado del arte que cruza los estudios de género y juventud, luego una breve presentación del estado de la participación femenina en el punk portugués, y luego nos centramos en el tema central del artículo: la historia de vida de Xana, la vocalista de Rádio Macau. Una trayectoria paradigmática no solo de la música portuguesa, sino de toda la construcción de la feminidad en el mundo de las artes y la cultura en la historia portuguesa reciente.

Palabras clave: Portugal. Rock. Dominación Masculina. Gender. Xana. Rádio Macau.

 


[1] GUERRA, Paula. A instável leveza do rock: génese, dinâmica e consolidação do rock alternativo em Portugal. 2010. Dissertação (Doutorado em Sociologia) - Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Porto, 2010. GUERRA, Paula. A instável leveza do rock: génese, dinâmica e consolidação do rock alternativo em Portugal (1980-2010). Porto: Edições Afrontamento, 2013.

[2] Ibid.


Palavras-chave


Portugal. Rock. Dominação Masculina. Género. Xana. Rádio Macau.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18817/ot.v17i29.757

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


VISITANTES DA REVISTA OUTROS TEMPOS NO MUNDO

 

  

 

Catálogos, Portais, Bases Bibliográficas, Índices e Sistemas de Indexação

 

 


    


 

 

¿Dónde lo publico? 




Financiamento