OPOSIÇÃO NO SERTÃO: a construção da distinção entre música caipira e música sertaneja

GUSTAVO ALLONSO

Resumo


O artigo mostra o surgimento da oposição entre música caipira e música sertaneja baseado na ideia de que um representaria a autenticidade do campo brasileiro e outro sua degeneração.  Esta cruzada simbólica deveu-se muito a parte da academia de diversos matizes.  Uniram-se nesta empreitada folcloristas, marxistas e também teóricos do populismo, cujas obras são analisadas.  A partir de veredictos críticos da cultura de massa e da indústria cultural, houve entre os acadêmicos de diversas origens um frequente desprezo em relação à música sertaneja e seu público, o que distanciou grande parte dos acadêmicos da compreensão deste chamado “Brasil profundo” e demarcou a identidade e distinção destes intelectuais.

Palavras-chave


Música sertaneja; caipira; intelectuais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18817/ot.v10i15.258

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


VISITANTES DA REVISTA OUTROS TEMPOS NO MUNDO

 

  

 

Catálogos, Portais, Bases Bibliográficas, Índices e Sistemas de Indexação

 

 


    


 

 

¿Dónde lo publico? 




Financiamento