A CONTRIBUIÇÃO DA MEMÓRIA PARA O ESTUDO DE UM PROCESSO IMIGRATÓRIO ESPECÍFICO: o caso dos sírios e libaneses em Juiz de Fora – MG (1890- 1940)

Juliana Gomes Dornelas

Resumo


O presente artigo é parte de nosso estudo de mestrado sobre os imigrantes sírios e libaneses instalados em Juiz de Fora, Minas Gerais. Buscamos através da memória, estudar de maneira mais aprofundada os sírios e libaneses e seus descendentes em Juiz de Fora. Através da oralidade e da memória, ou seja,das entrevistas com os descendentes de sírios e libaneses, construímos um modelo de instalação destes grupos em Juiz de Fora apontando os motivos da partida da terra natal, como foi a chegada destes na cidade, em que trabalhavam, onde moravam, como era a relação com os locais, qual gastronomia predominava, dentre outros pontos. Foi através da memória que pudemos perceber a versão daqueles que realmente vivenciaram o processo imigratório e que através da sua fala puderam contribuir para esclarecer um pouco mais sobre este grupo imigrante em questão.

Palavras-chave


Sírios e Libaneses;Imigrantes;Juiz de Fora;Memória;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18817/ot.v6i8.171

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Catálogos, Portais, Bases Bibliográficas, Índices e Sistemas de Indexação

 

 WZB - Home


    


 

¿Dónde lo publico?

 
 



Financiamento 


VISITANTES DA REVISTA OUTROS TEMPOS NO MUNDO